• Ana Paula Bottecchia

“Por que eu mesma não posso realizar o meu sonho?”


Desde pequenas algumas de nós esperamos por momentos em que recebemos, de presente, joias: seja no nosso aniversário de 15 anos, na formatura, no casamento ou em bodas. E se, ao invés de esperarmos, tivéssemos a coragem de nos presentear?

Perguntas como: “Será que eu mereço algo assim?” ou “O que as pessoas vão pensar se eu usar um solitário e não for noiva?” é comum na minha conversa com as minhas #clientesbottecchia. Até que… a Luiza apareceu. Ela conheceu meu trabalho por causa do anel da Fernanda Souza e já havia pedido alguns orçamentos. Aos 25 anos, estava se formando em História e pensou que seria uma boa oportunidade para marcar esse momento.

Ao fechar a compra, de cara ela me perguntou: “Por que eu mesma não posso realizar o meu sonho?”.

E essa é uma pergunta que, acredito, todas nós devemos fazer. Não só falando sobre joias, mas sobre vida! Às vezes acabamos esperando o algo tão inesquecível acontecer e nos esquecemos do que podemos fazer para buscá-lo! Seja no amor, no trabalho, nas amizades, na família ou no dia a dia.

Sabe as metas que colocamos sempre no início do ano? Aquelas que, muitas vezes, olhamos no dia 31 de dezembro e vemos que nem metade foi realizada? Imaginem como seria se olhássemos e pudéssemos dizer: “Eu consegui! Que agora venham novos planos, novos objetivos”!

A joia, para a Lu, era um destes objetivos. Era uma representação de que ela conseguiria alcançar qualquer coisa que desejasse. “Eu pensei em pedir de presente para os meus pais, mas acho que me presentear, saber que fui eu quem batalhei para conseguir comprar, tem um gostinho muito especial. Toda vez que olho para ele, morro de orgulho!".

Entre vários, o solitário "Flor" foi o escolhido por ela. E, depois de tanto se programar, ela finalmente recebeu o anel que a fez "sentir que poderia mais". Que poderia almejar mais objetivos, que poderia ficar mais empoderada, viver mais histórias inesquecíveis, ter mais exclusividade e fazer da vida sempre MAIS do que ela espera da gente.

Querem saber a reação de felicidade ao saber que ela pode MAIS e MAIS?

No final, ainda ganhei um convite para ir conhecer BH, comer um pãozin de queijo e tomar cafézin! <3 Que delícia trabalhar assim <3


37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Assine nossa newsletter
Siga-nos
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
assinatura_bottecchia_final_comcontraste
0